GreenYes Archives

[GreenYes Home] - [Thread Index] - [Date Index]
[Date Prev] - [Date Next] - [Thread Prev] - [Thread Next]


Re: [greenyes] Colors of curbside recycling bins


Mario,
In 2001 Brazil's environment policy coordinating body, the National Environment Council (CONAMA), set up a nationwide color scheme for identifying waste collection receptacles for segregated collection purposes under Resolution 275 (copied below). I'm not certain how wide observance is, but theoretically all the municipalities that practice segregarted collection (some 150 at last count) and their waste collection services (whether public, private or mixed) were to follow this scheme. For those who cannot make out the Portuguese, it's as follows:

Blue - Paper/Board
Red - Plastic
Green - Glass
Yellow - Metal
Black - Wood
Orange - Hazardous wastes
White - heath service & other possible infectious wastes
Purple - Radioactive
Brown - Organic
Gray - Mixed, Contaminated or Generally Nonrecyclable wastes

Colombia's Environment Ministry has been thinking of adopting a nationwide color scheme for a couple of years now, but not yet acted last I checked. They were contemplating official adoption of a scheme recommended out by the national standards body, ICONTEC:

Green - Ordinary wastes that can't be recycled (carbon paper, laminated paper, etc.)
Grey - Paper/board
White - clean glass
Blue - plastics
Black - pathological elements, such as amputation products
Red - Biological risks, such as surgery gloves, used syringes, etc.
Cream - Vegetable and food wastes

Reportedly Mexico is considering eventually adopting some sort of color scheme as part of its implementation of the new General Waste Law, but that is probably some ways off.

Hope this is helpful.
Best Regards,
Keith

RESOLUÇÃO No 275 DE 25 DE ABRIL 2001

O CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE-CONAMA, no uso das atribuições que lhe conferem a Lei no 6.938, de 31 de agosto de 1981, e tendo em vista o disposto na Lei no 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, e no Decreto no 3.179, de 21 de setembro de 1999, e

Considerando que a reciclagem de resíduos deve ser incentivada, facilitada e expandida no país, para reduzir o consumo de matérias-primas, recursos naturais não-renováveis, energia e água;

Considerando a necessidade de reduzir o crescente impacto ambiental associado à extração, geração, beneficiamento, transporte, tratamento e destinação final de matérias-primas, provocando o aumento de lixões e aterros sanitários;

Considerando que as campanhas de educação ambiental, providas de um sistema de identificação de fácil visualização, de validade nacional e inspirado em formas de codificação já adotadas internacionalmente, sejam essenciais para efetivarem a coleta seletiva de resíduos, viabilizando a reciclagem de materiais, resolve:

Art.1o Estabelecer o código de cores para os diferentes tipos de resíduos, a ser adotado na identificação de coletores e transportadores, bem como nas campanhas informativas para a coleta seletiva.

Art. 2o Os programas de coleta seletiva, criados e mantidos no âmbito de órgãos da administração pública federal, estadual e municipal, direta e indireta, e entidades paraestatais, devem seguir o padrão de cores estabelecido em Anexo.

§ 1o Fica recomendada a adoção de referido código de cores para programas de coleta seletiva estabelecidos pela iniciativa privada, cooperativas, escolas, igrejas, organizações não-governamentais e demais entidades interessadas.

§ 2o As entidades constantes no caput deste artigo terão o prazo de até doze meses para se adaptarem aos termos desta Resolução.

Art. 3o As inscrições com os nomes dos resíduos e instruções adicionais, quanto à segregação ou quanto ao tipo de material, não serão objeto de padronização, porém recomenda-se a adoção das cores preta ou branca, de acordo a necessidade de contraste com a cor base.

Art. 4o Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.

JOSÉ SARNEY FILHO
Presidente do CONAMA

ANEXO

Padrão de cores

AZUL: papel/papelão;
VERMELHO: plástico;
VERDE: vidro;
AMARELO: metal;
PRETO: madeira;
LARANJA: resíduos perigosos;
BRANCO: resíduos ambulatoriais e de serviços de saúde;
ROXO: resíduos radioativos;
MARROM: resíduos orgânicos;
CINZA: resíduo geral não reciclável ou misturado, ou contaminado não passível de separação.

Publicado DOU 19/06/2001



Mario Laquerre wrote:

Hi,

I'm looking for info about standard for the colors of wheeled carts. Is
there somewere like state wide or for a country a mandatory color code for
recycling bins, yard waste carts or trash cans.

Thanks


Mario Laquerre
Coordonnateur
Secteur municipal
RECYC-QUÉBEC

7171, rue Jean-Talon Est, bureau 200
Anjou (Québec) H1M 3N2

Tél.: 514.352.5002
Téléc.: 514.873.6542
m.laquerre@no.address








--
Sr. Keith Edward Ripley
Temas Actuales LLC
6333 Beryl Road
Alexandria, VA 22312-6304 EE.UU
telefone: 703-813-6016
telefax: 703-813-6017
cel. 703-731-7108
e-mail: keith.ripley@no.address
www.temasactuales.com

Autor do livro "Solid Wastes and Recycling Policy in Latin America & the Caribbean"
http://www.raymond.com/promo_raymond-library/lactoc02.pdf

Esta mensagem é só para o uso do Destinatário e pode conter informação que é CONFIDENCIAL. Se você não é o receptor destinado, mediante a presente você está notificado que se proibe estritamente a diseminação desta comunicação. Se você tenha recibido esta comunicação por erro, por favor apagar todas as copias da mensagem e seus anexos e nos notifica imediatamente.
Obrigado.


[GreenYes Home] - [Date Index] - [Thread Index]
[Date Prev] - [Date Next] - [Thread Prev] - [Thread Next]